O Astro (2011)

http://1.bp.blogspot.com/-CfOQovDNbX0/TqVA0PYhmlI/AAAAAAAAHE0/_6_zMHSBSUA/s1600/o%2Bastro.jpg

Sinopse

A inescrupulosa escalada social de Herculano Quintanilha (Rodrigo Lombardi), de ilusionista em uma casa noturna à alta direção de um forte grupo empresarial.

Herculano e seu parceiro Neco (Humberto Martins) aplicam um golpe na paróquia da cidadezinha de Bom Jesus do Rio Claro e são descobertos. Neco foge com o dinheiro e Herculano, traído, é pego pelas autoridades. Deixando a mulher Doralice (Marcela Muniz) e o filho Alan (Bernardo Marinho), Herculano cumpre oito anos de pena. Na prisão, ele conhece Ferragus (Francisco Cuoco), um homem com poderes paranormais que lhe ensina todos os seus truques. Quando sai da prisão, Herculano se estabelece no Rio de Janeiro, mais precisamente na região da Penha. Apresentando-se na casa noturna Kosmos como ilusionista, Herculano reencontra Neco na plateia e passa a persegui-lo.

Do outro lado da história está o clã dos Hayala. O poderoso empresário Salomão Hayala (Daniel Filho) tem como sócios em seus negócios os irmãos Samir (Marco Ricca), Youssef (Zé Rúbens Chachá) e Amin (Tato Gabus Mendes), e o amigo Mello Assunção (Reginaldo Faria). Casado com a fútil Clô (Regina Duarte), Salomão deseja que o filho, Márcio (Thiago Fragoso), assuma seu lugar nos negócios da família. Mas o jovem idealista é alheio à fortuna e ao poder, só lhe interessando a fé em São Francisco de Assis.

Abandonando a casa do pai, Márcio conhece Herculano e influenciado por ele, resolve assumir sua condição de herdeiro do império Hayala. Mas Márcio leva o amigo consigo para a diretoria das empresas, onde Herculano é recebido com desconfiança. Neste ambiente, Herculano reencontra a bela Amanda (Carolina Ferraz), filha de Mello Assunção, por quem se apaixonara. A amor entre Herculano e Amanda provoca o ciúme de Samir, apaixonado por ela, e só faz aumentar o ódio dos Hayala pela influência de Herculano na família.

Márcio, por sua vez, em contato com o universo do amigo ilusionista, conhece e se apaixona pela jovem Lili (Alinne Moraes), cunhada de Neco, uma moça simples e batalhadora. Os desencontros entre Márcio e Lili são fortalecidos pela família do rapaz, que não aceita Lili e vê na jovem Jôse (Fernanda Rodrigues), irmã de Amanda, completamente apaixonada por Márcio, uma nova maneira de selar a união entre as famílias Hayala e Mello Assunção.

Mas o misterioso assassinato de Salomão Hayala desencadeia uma série de conflitos na vida dos personagens. Enquanto avançam as investigações acerca do crime, Samir e Herculano - agora casado com Amanda e acionista das empresas Hayala - travam uma batalha para garantir o comando dos negócios.

Elenco

Os nomes em parêntesis são dos intérpretes dos personagens
na versão original da novela

RODRIGO LOMBARDI - Herculano Quintanilha
(FRANCISCO CUOCO)

CAROLINA FERRAZ - Amanda
(DINA SFAT)

THIAGO FRAGOSO - Márcio
(TONY RAMOS)

ALINNE MORAES - Lili
(ELIZABETH SAVALA)

DANIEL FILHO - Salomão Hayala
(DIONÍSIO AZEVEDO)

REGINA DUARTE - Clô
(TEREZA RACHEL)

MARCO RICCA - Samir
(RÚBENS DE FALCO)

HUMBERTO MARTINS - Neco
(FLÁVIO MIGLIACCIO)

HENRI CASTELLI - Felipe
(EDWIN LUISI)

ROSAMARIA MURTINHO - Magda
(IDA GOMES)

FERNANDA RODRIGUES - Jôse
(SILVIA SALGADO)

GUILHERMINA GUINLE - Beatriz
(HELOÍSA HELENA)

ZÉ RÚBENS CHACHÁ - Youssef
(ISAAC BARDAVID)

TATO GABUS MENDES- Amin
(MACEDO NETO)

CELSO FRATESCHI - Nelson Cerqueira
(ÊNIO SANTOS - Pirilo Cerqueira)

REGINALDO FARIA - Adolfo Mello Assunção
(HÉLIO ARY)

ANTÔNIO CALLONI - Natal (Natalício Pimentel)
(CARLOS EDUARDO DOLABELLA)

SIMONE SOARES - Laurinha
(ÂNGELA LEAL)

SELMA EGREI - Consolação
(ELOÍSA MAFALDA)

BERNARDO MARINHO - Alan
(STEPAN NERCESSIAN)

MARCELA MUNIZ - Doralice
(CLEYDE BLOTA)

VERA ZIMERMANN - Nádia
(MARILENA CURY)

CAROLINA KASTING - Jamile
(LEDA BORBA)

MILA MOREIRA - Míriam
(THELMA ELITA)

JOÃO BALDASSERINI - Henri
(JOSÉ LUIZ RODI)

BEL KUTNER - Silvia
(MIRA PALHETA)

TUNA DWEK - Nilza
(CECÍLIA LOYOLA)

CAROLINA CHALITA - Tânia
(MARIA SILVIA)

ELLEN ROCHE - Valéria
(MARIA HELENA VELASCO)

RODRIGO MENDONÇA - Ubiracy

FRANK MENEZES - Cleiton

MARIA POMPEO - Dalva

PASCHOAL DA CONCEIÇÃO - Inácio
(ZÉ PREÁ)

LUCA DE CASTRO - Joaquim
(CÉSAR AUGUSTO)

RAFAEL LOSSO - Olavo

JEFFERSON GOULART - Aminzinho

HANNA ROMANAZZI - Luísa

LARA RODRIGUES - Lurdinha

NATÁLIA SOUTTO - Das Dores

IZAK DAHORA - Dimas

RAFAEL PRIMOT - Artur

PABLO SANÁBIO - Pablo Banderas / Odete Lara

MARIANA BASSOUL - Carmem

LUIZ MAGNELLI - Galego

as crianças

DIEGO KROPOTOFF - Nequinho
(CARLOS POYART)

ANNA LUIZA MENDONÇA - Kelly

e

FRANCISCO CUOCO - Ferragus

SÉRGIO MAMBERTI - Padre Laurindo
(NESTOR DE MONTEMAR)

DANIEL DANTAS - Eustáquio (detetive que investiga a morte de Salomão)

ÚRSULA CORONA - Elizabeth (detetive que investiga a morte de Salomão)

JONAS MELLO

Leleco - bandido a quem Felipe devia dinheiro

Personagens








Vídeos





Bastidores

Adaptação da famosa novela de Janete Clair, que fez o país parar - literalmente - para saber a identidade do assassino do personagem Salomão Hayala (Dionísio Azevedo), no último capítulo, em julho de 1978.

A produção comemora os 60 anos da Telenovela Brasileira - a primeira, Sua Vida Me Pertence, estreou na TV Tupi em dezembro de 1951.

Esta nova versão, escrita por Alcides Nogueira e Geraldo Carneiro, dá ares contemporâneos ao texto dos anos 70.
"Não mexeremos nos pilares de Janete Clair. Os mistérios ficam por conta dos caminhos dessa história", instiga Alcídes Nogueira.
"Iremos abusar do romantismo rasgado. Afinal, o mundo pode ter mudado, mas o desejo de amar e ser amado nunca mudou", conclui Geraldo Carneiro.
"Vamos retomar a estética do close, o público vai se aproximar dos personagens e se emocionar com eles" revela o diretor de núcleo, Roberto Talma.

O público verá personagens do nosso tempo, dos anos 2000.
"Estamos preservando os pilares básicos da história original. A nossa preocupação tem sido deixar as tramas com ares do século 21 e, assim, os personagens agirão em consonância com os hábitos dos anos atuais", explicou Alcides Nogueira.

Francisco Cuoco, o astro Herculano Quintanilha da primeira versão, faz uma participação especial nesta adaptação, como Ferragus, o mentor do Herculano atual (Rodrigo Lombardi).

Perguntado sobre em qual nomenclatura cabia O Astro - se "macrossérie" ou "mininovela" -, o diretor Mauro Mendonça Filho respondeu:
É uma aposta em um novo horário e um novo formato. Queremos trazer o público de minissérie que quer ver uma obra feita com mais cuidado, e também aproximar o público de novela que quer acompanhar por um tempo maior a história. Isso já seu certo em outras minisséries que foram ao ar nas férias, como Um Só Coração e A Muralha, mas agora é no meio do ano, no meio da vida cotidiana. Sim, é uma aposta.

As gravações começaram no Paraná - onde a produção ficou por 12 dias -, nas cidades históricas de Morretes e Antonina, que se transformaram na fictícia Bom Jesus do Rio Claro, onde Herculano e Neco (Rodrigo Lombardi e Humberto Martins) aplicam um golpe e Herculano é preso enquanto Neco foge. A estação do Marumbi ilustra a estação ferroviária de Bom Jesus do Rio Claro.

O presídio do Ahú, em Curitiba, desativada há quatro anos, é a cadeia que serviu de cenário para as cenas da prisão de Herculano.
"Esse foi o ponto de partida das locações. Escolhemos porque a minissérie será bem naturalista e aqui sabia que poderíamos utilizar parte da antiga realidade do local para dar mais realidade às cenas", explicou Mauro Mendonça Filho, que esteve à frente das gravações externas no Paraná.

A equipe trazida do Rio de Janeiro era composta por cerca de 50 profissionais, entre eles elenco, direção, produção, cenografia, engenharia, produção de arte, figurino, efeitos especiais, assistentes e até mágicos. Nas cenas da ferrovia foram utilizados cerca de 80 figurantes locais; no presídio, em torno de 180 e, em Antonina e Morretes, mais de 200 também fizeram parte da figuração. No total, a produção gravou durante 12 dias no estado do Paraná.

No original de Janete Clair, Herculano Quintanilha trabalhava no bairro carioca do Engenho Novo. Na nova versão, o cenário é a Penha, cujas comunidades foram pacificadas.

A Penha ganhou uma cidade cenográfica só pra ela. O coração do Projac recebeu a reprodução de algumas ruas do bairro. O salão Penha Fashion e o bar Bafo de Ouro foram construídos para serem gravados por dentro e por fora. As ruas buscam retratar a parte residencial da Penha carioca. As casas de Neco, Herculano e Lili também ganharam fachada. A Igreja da Penha está lá, reproduzida por computação gráfica.

O pedido dos diretores foi claro: realismo. E a pesquisa da produção de arte foi intensa, desde workshop sobre a cultura libanesa até pesquisa local no bairro da Penha e consultas a mágicos para dar o tom certo aos ambientes que serão apresentados.

Os atores que estão diretamente ligados ao show de ilusionismo tiveram aulas com mágicos de verdade em São Paulo. Além do workshop, Rodrigo Lombardi e Ellen Roche ensaiaram os números de magia com a ajuda de consultores.
"Rodrigo fará mágica de verdade. Investimos em aulas e uma consultoria acompanha as gravações dos shows de ilusionismo. Com isso, nos aproximamos cada vez mais da magia real", comentou Mauro Mendonça Filho.

"A minha preocupação foi dar um ar contemporâneo para tudo". Assim começou Fernando Torquatto a falar da caracterização de O Astro, do qual é o conceituador, ao lado da supervisora de caracterização Carmen Bastos.
A caracterização trabalha junto com o figurino, assinado por Lalibe Simão, que se preocupou em dar vida a cada um dos personagens de acordo com os tempos de hoje. O único que poderia estar em qualquer lugar do tempo é Herculano Quintanilha.
Em seus shows, Herculano abusa do cetim azulão e do famoso turbante. "Não tem como mexer no turbante. É um ícone. E também é uma homenagem à Calma Murtinho, que assinou o figurino da primeira versão", explicou a figurinista Labibe Simão.

Créditos

Globo - 23h
60 capítulos
de 12 de julho a 21 de outubro de 2011
minissérie de Alcides Nogueira e Geraldo Carneiro
baseada na novela de Janete Clair
colaboração de Tarcísio Lara Puiati e Vitor de Oliveira
direção de Mauro Mendonça Filho
núcleo Roberto Talma

0 comentários:

Postar um comentário

Poste aqui seu comentário.