Passione

http://1.bp.blogspot.com/_v1vbYSG8Dq8/TAMj27UoBRI/AAAAAAAACW8/B-0n9Oq6m9s/s1600/passione.jpg

Sinopse


Toda família tem seus segredos e com Bete Gouveia não foi diferente. Quando conheceu Eugênio, ela já estava grávida de outro homem. Mas o amor dele por ela era tão grande e intenso que isso não foi impedimento para que o jovem apaixonado aceitasse assumir a criança de outro. Mas tanta demonstração de afeto não pôde ser colocada em prática, já que, ao nascer, o bebê não resistiu ao parto e morreu. Sem nunca ter esquecido este filho, Bete seguiu em frente. O casal construiu um império, a Metalúrgica Gouveia, especializada na produção de bicicletas e material esportivo, e constituiu uma bela família, com três filhos - Saulo, Gerson e Melina, todos filhos do mesmo pai e da mesma mãe, mas com personalidades antagônicas.

O que Bete não poderia imaginar é que, por trás de todo o amor que o marido lhe dedicava, havia um segredo. À beira da morte, Eugênio implora o perdão da mulher e revela que seu primogênito não morreu. Ele conta que não suportou a ideia de criar o filho dela com outro homem e deu a criança, mais uma boa quantia de dinheiro, para um casal de empregados que retornou ao seu país natal, a Itália.

Atônita, Bete se vê sem chão e se depara com diversas questões. Onde estará seu filho? Como ele estará agora? Como reagirá ao encontrá-la? Como ela contará à sua família a existência de mais um herdeiro? Como ela manterá essa família unida incorporando agora um estranho?... E com quem ela, Bete, esteve casada durante tantos anos? Um mentiroso? Um covarde?

Do outro lado do mundo, é Antônio Mattoli, um camponês italiano viúvo, que se surpreende ao saber que sua verdadeira mãe está viva e mora no Brasil. Totó, como é conhecido em Laurenza-in-Chianti, cidade na Itália em que vive com sua família, é um “contadino”, ou seja, um homem do campo e muito popular na região. Ficou viúvo há quinze anos, quando sua esposa deu à luz seu filho mais novo, Alfredo. Com a ajuda da irmã Gema, criou seus quatro filhos: Adamo, Agostina, Agnello e Alfredo. Todos com personalidades bem diferentes, cheios de desejos e paixões.

Totó não teria conseguido sobreviver à morte da esposa nem cuidado dos herdeiros se não fosse por Gema, sua devotada irmã. Ela ainda morava no Brasil quando Totó nasceu e sua família decidiu voltar à Itália. Aos vinte anos, o destino lhe desafiou. Gema ficou órfã e sozinha teve que criar seu irmão caçula. Apesar de sua pouca idade, cuidou de sua educação, saúde e fez questão que ele aprendesse português. Gema nunca escondeu que os dois nasceram no Brasil, mas para que Totó não se sentisse rejeitado, jamais lhe contou a verdadeira história de sua origem.

A revelação sobre a verdadeira mãe de Totó causará tantas reviravoltas na trama que nada será como antes... Em um efeito dominó, a vida das duas famílias, na Itália e no Brasil, sofrerá as consequências do desenrolar desta história. E, como existe uma herança em jogo, com dinheiro e poder envolvidos, há quem identifique aí a sua grande chance. É quando aparecem os dois grandes vilões, Fred e Clara, ambiciosos, amorais e dispostos a tudo para saírem da pobreza em que vivem. Bete divide o segredo revelado por Eugênio com a auxiliar de enfermagem Clara, que corre para a Itália com o único intuito de seduzir Totó e casar com ele visando sua herança. O plano é articulado por ela com a ajuda do namorado mau caráter Fred.

Elenco

Ator Personagem
Tony Ramos Antonio "Totó" Mattoli
Mariana Ximenes Clara Miranda Medeiros Mattoli
Reynaldo Gianecchini Frederico "Fred" Lobato Filho/Gabriel Fontana
Fernanda Montenegro Elizabete "Bete" Monteiro Gouveia
Marcello Antony Gerson Gouveia
Carolina Dieckmann Diana Rodrigues Santarém
Aracy Balabanian Gemma Mattoli
Maitê Proença Stela Duarte Gouveia
Rodrigo Lombardi Mauro Santarém
Vera Holtz Maria Candelária "Candê" Lobato
Daniel de Oliveira Agnello Mattoli
Cauã Reymond Danilo Gouveia
Francisco Cuoco Olavo da Silva, o Rei do Lixo
Irene Ravache Clotilde Iolanda de Souza
Cleyde Yáconis Brígida Gouveia
Leonardo Villar Antero (Giovanni Melatto)
Elias Gleizer Diógenes Santarém
Leandra Leal Agostina Mattoli Rondelli
Werner Schünemann Saulo Gouveia
Gabriela Duarte Jéssica da Silva Rondelli
Flávio Migliaccio Fortunato da Silva
Bruno Gagliasso Berilo Rondelli
Emiliano Queiroz Benedeto Melatto
Bianca Bin Fátima Lobato Gouveia
Marcelo Médici Carmelo "Mimi" Melatto
Larissa Maciel Felícia Lobato
Mayana Moura Melina Gouveia
Daisy Lucidi Valentina Miranda
Kayky Brito Sinval Gouveia
Tammy di Calafiori Lorena Gouveia
Germano Pereira Adamo Mattolli
Miguel Roncato Alfredo Mattoli
André Luiz Frambach Cridinho
Alexandra Richter Jaqueline "Jackie" Mourão da Silva
Júlio Andrade Arthurzinho (Arthur Melo Peixoto)
Débora Duboc Olga Junqueira
Simone Gutierrez Maria de Lurdes "Lurdinha"
Andréa Bassit Margarida (Guida)
Carol Macedo Kelly Miranda Medeiros
Kate Lyra Myrna
Gabriel Wainer Chulepa
Rodrigo dos Santos Roberto Noronha
Giulio Lopes Dr. Cavarzere
Gabriela Carneiro da Cunha Cristina "Cris" de Lima
Luiz Serra Talarico
Daniel Boaventura Diogo Dias
Adriana Prado Laura Melo Peixoto
Edoardo Dell'Aversana Dino Mattoli Rondelli
Pedro Lobo Amendoim

Abertura


Bastidores

O autor Silvio de Abreu declarou sobre sua nova trama:
"Minha intenção é fazer uma novela divertida, envolvente, lúdica e com um clima de suspense na segunda parte da história. A novela terá muitos protagonistas, cada um com seu núcleo, porém, os personagens de Fernanda Montenegro e Tony Ramos e suas famílias são o eixo da história. A trama começa quando Bete Gouveia (Fernanda Montenegro) descobre o segredo que mudará a sua vida e a de sua família."

Ambientada uma parte em São Paulo, Passione tem utilizado diversas regiões da cidade como Morumbi, Jardins, Tatuapé, FAAP, Avenida Paulista, USP e CEAGESP como locações de suas cenas.
"A São Paulo que procuramos é a que tenha integração absoluta com nossas personagens. É dinheiro novo, ascenção nova, os bairros crescendo e buscando uma identidade com o dinheiro antigo, sólido, familiar de outros tempos. Não temos famílias tradicionais, como a do café, a da Avenida Paulista. Temos uma São Paulo feita de 50, 60 anos para cá, com suas influências monumentais. Essa é a nossa São Paulo, a do esporte, das bicicletas abrindo espaço sobre o impossível trânsito. É a cidade que se recicla, se humaniza, reencontrando seu charme", explicou a diretora de núcleo Denise Saraceni.

Roma e a região da Toscana foram os cenários escolhidos para apresentar o núcleo italiano de Passione. Em Roma, os pontos reconhecidos internacionalmente como Vaticano, Castel de Sant'Angelo, Coliseu, Fórum Romano, Piazza Campidoglio, Bocca della Veritá, Fontana di Trevi, Piazza Navona, Pantheon e Piazza de Spagna foram as locações selecionadas para o passeio de Totó (Tony Ramos) com seu filho Adamo (Germano Pereira).
Florença, Siena, Montepulciano, Monticchielo, San Quirico, Pienza, San Galgano, Corsano, Igreja San Giovani Batista, Montecchiaro, Frantoio, Monteriggioni, Hotel Locanda dell'Amororosa, Stazione Di Buonconvento foram os lugares eleitos na Toscana pelo autor e direção para gravar a maioria das cenas do núcleo italiano.

Os textos dos personagens italianos foram primeiro escritos em italiano por Silvio de Abreu. Os atores então ensaiaram com Cecilia Casini, professora de italiano da USP, para pegar a musicalidade e os gestos característicos da Toscana. Em seguida, foram substituídas todas as palavras que têm sentido diferente em português, como "prego", que em italiano equivale ao nosso "de nada", e "mórbido", que significa "macio".
Entraram no vocabulário dos italianos de Passione palavras que os brasileiros mais simples entendem e já conhecem de outras novelas, tais como "amore", "tesoro", "per favore" e "andiamo". O italiano de Passione, portanto, será parecido com o das novelas de Benedito Ruy Barbosa.

Diante de uma audiência decepcionante em sua primeira fase - abaixo dos 40 pontos no Ibope - algumas alterações foram providenciadas para adequar a trama ao que o telespectador esperava. As pesquisas de opinião apontaram que a velocidade da narrativa confundia o público, que veio com frases do tipo "não estou entendendo nada" ou "essa novela é muito rápida". O italianês enrolado que se fala em Passione só agravou os desentendimentos. Para solucionar o problema, a trama ganhou cenas repetitivas e flashbacks. Os capítulos também passaram a exibir um resumo corrido do que se desenrolou no dia anterior.

Um dos mistérios mais especulados pela mídia em geral e pelos telespectadores foi saber o que o piloto de corridas Gerson (Marcello Antony) tanto olhava obcecadamente no computador. Desde o início da novela, diversas colunas, sites e blogs promoveram as mais diversas teorias: que Gerson seria pedófilo, necrófilo e outras aberrações do comportamento sexual. Para ajudá-lo em seu "problema", Gerson passou a consultar-se com o psicoterapeuta da vida real Flávio Gikovate, que entrou para a novela como ele mesmo para discutir a obsessão do personagem fictício. A revelação do mistério (faltando um mês e meio para o fim da novela) frustrou uma parte dos telespectadoreds, que esperavam algo mais "forte": por ter sido violentado quando criança, Gerson era sexômano e se satisfazia assistindo cenas de sexo bizarro pelo computador.

A morte do vilão Saulo (Werner Schünemann) levou a audiência da novela para o patamar dos 40 pontos, considerado digno do horário pela Globo. Desde então, a rede de intrigas que envolve os treze suspeitos de terem cometido o crime monopoliza a trama. Todos teriam motivo para matar Saulo, nenhum tem álibi consistente, todos desconfiam de todos, todos mentem.
O autor informou no início da novela que, a partir do capítulo 100, a história ganharia contornos policiais. No final de setembro, estourou a notícia de que o patriarca Eugenio Gouveia (Mauro Mendonça), que morreu logo no começo da trama, não sofrera um infarto, mas fora assassinado. A autópsia confirmou morte por envenenamento e disparou a primeira bateria de suspeições. Na sequência, o autor anunciou que um de doze personagens seria morto no dia 11 de outubro. E mandou gravar cinco cenas de assassinato, além da de Saulo. No site da novela, foi criada uma lista dos possíveis assassinados, e Silvio foi "salvando" um por dia. O próprio Werner Schunemann só ficou sabendo que sua morte era para valer em cima da hora.

A novela reuniu um bom número de atores veteramos em televisão: Fernanda Montenegro, Cleyde Yáconis, Leonardo Villar, Elias Gleizer, Emiliano Queiroz, Daysi Lúcidi, Francisco Cuoco, Aracy Balabanian, Flávio Migliaccio e Irene Ravache.

A atriz Cleyde Yáconis, de 86 anos, fraturou a cabeça do fêmur em 27/07/2010, depois de escorregar e cair em seu apartamento. Ela passou por uma cirurgia, ficou internada por seis dias e passou mais 14 longe das gravações. Cleyde voltou ao trabalho em 11/08/2010. A atriz usou uma cadeira de rodas e, para justificar o acidente na novela, a personagem Brígida quebrou a perna em folguedos com Diógenes (Elias Gleizer). Mas em seguida Brígida saía de cena novamente, para não comprometer a recuperação da atriz.

Em setembro de 2010 foi a vez de Cauã Reymond deixar a novela por um período. O jovem ator passou por uma cirurgia no quadril para corrigir uma lesão e foi afastado das gravações para se recuperar. Na trama, seu personagem, o viciado Danilo, sumia após uma de suas overdoses e ter brigado com pai, Saulo, poucos antes dele ser assassinado - o que fez com que Danilo entrasse para a lista dos suspeitos de ter cometido o crime. Cauã Reymond voltou às gravações da novela em novembro.

Segundo levantamento da Controle da Concorrência, que monitora inserções comerciais para o mercado publicitário, da data de estreia até o dia 13/09/2010, Passione teve 93 ações de merchandising. Viver a Vida, a trama antecessora no horário, teve ao todo cerca de 112 ações do gênero. A conta indica que Passione, está prestes a bater o recorde de merchandisings e, por consequência disso, também o de faturamento entre folhetins. Pelos preços de tabela, sem desconto, Viver a Vida faturou cerca de R$ 70 milhões só com merchandisings. No atual ritmo que vai, com ações integradas ao contexto da trama e estendidas a outras mídias da Globo (como internet), Passione tem tudo para superar esse saldo. Nesse time entram as marcas C&A, que está lançando uma coleção de roupas inspirada na novela, e a Houston, fabricante real de bicicletas que entrou no folhetim como concorrente da ficcional Metalúrgica Gouveia. A Houston - que investiu R$ 10 milhões em ações de marketing da novela - também lançou uma linha bicicletas no mercado, com os modelos Skinny Top, Passione e Skinny SP.

Créditos

Globo - 21h
estreia: 17 de maio de 2010
novela de Silvio de Abreu
escrita por Silvio de Abreu, Sérgio Marques, Vinícius Vianna e Daniel Ortiz
direção de Natália Grimberg, Allan Fiterman e André Luiz Câmara
direção geral de Denise Saraceni, Carlos Araújo e Luiz Henrique Rios
núcleo Denise Saraceni

Personagens

Bete Gouveia Totó Clara

Saulo Gema Fred

Diana Mauro Melina

Gerson Stela Agnelo

Clô Olavo Candê

Agostina Berilo Jéssica

Fátima Danilo Felícia

Valentina Sinval Lorena

Antero Brígida Diógenes

Adamo Kelly Alfredo

Fortunato Jaqueline Arthurzinho

Benedetto Mimi Noronha

5 comentários:

  1. Ola. Aceito a parceria. Passione estreia em Portugal dia 31. O que acha da novela?

    ResponderExcluir
  2. Ola, tenho um novo blog de tititi, se quiser parceria.
    visite, é so clicar no meu nome

    ResponderExcluir
  3. muito legal mesmo, estou querendo parceria tambem, meu blog...desconto iphone 5

    ResponderExcluir

Poste aqui seu comentário.